10 de Maio de 2016 Emerson

Moldar caráter é se dispor a um trabalho. Ninguém molda caráter sem colocar a mão na massa. Para que um caráter seja tratado e moldado, é preciso que a pessoa se coloque à disposição para que isso aconteça.

Na semana passada, vimos que para se moldar um caráter, é preciso começar corretamente, pois mudança de caráter não é uma aventura. Para se moldar um caráter, é preciso aprender que devemos começar pela forma correta. Quando algo é iniciado de forma correta, deslizes que podem trazer eventuais prejuízos são evitados.

Vimos também que é preciso ouvir e obedecer. Deus deu uma palavra de comando a Jeremias e ele ouviu e obedeceu. Tudo o que precisamos é nos submeter à Sua verdade e cumprir os Seus princípios.

Na parte final deste estudo, veremos que é preciso também observar o tempo da decisão e estar disposto a aprender.

3. Observar o tempo da decisão

Temos sido ministrados constantemente que tudo na vida depende de uma decisão. Assim como Jeremias decidiu ouvir e obedecer, ele também poderia ter desobedecido. Ainda hoje a Palavra de Deus permanece a mesma. O que muda é a postura que cada um tem em relação a ela.

Quando decidimos obedecer a Deus e cumprir os Seus princípios, por mais simples que eles pareçam ser, como na história de Jeremias, alcançamos as bênçãos de Deus e não apenas isso, até mesmo uma nação pode ser abençoada a partir de nós.

A decisão nos leva a conquistar e preservar essas conquistas. O chamado de Deus para o Seu povo é para que juntos somem um exército poderoso e assim evitem catástrofes na vida pessoal, familiar, secular, financeira e ministerial.

4. Estar disposto a aprender

Imagine se Jeremias não tivesse ido à casa do oleiro? Que bom que o profeta era um homem disposto a aprender nas situações simples e aparentemente não interessantes. O verdadeiro discípulo é aquele que reconhece que sempre precisará ser acrescido em algo e, o fundamental, ele não despreza as oportunidades que lhe trarão experiências de vida.

No mundo atual, até os pais têm muito que aprender com os filhos. Vivemos em um século muito diversificado, onde as pessoas têm características diferenciadas umas das outras. Portanto, nunca saberemos tudo e sempre necessitaremos de alguém para nos ensinar.

Jeremias aprendeu com o oleiro. Ele pôde ver como é possível transformar um recurso natural em uma obra de arte, ou seja, barro em vaso. E ao olhar o oleiro trabalhando o barro, viu o vaso se desmanchar em sua mão. E o oleiro novamente pega o barro e constrói um novo vaso. Naquele momento, Jeremias entendeu o que Deus estava ensinando-lhe: Sua intenção é fazer de cada um de Seus filhos um vaso novo (Jeremias 18:1-6).

Deus quer nos moldar, tudo o que precisamos fazer é nos dispor a começar da forma correta, ouvir e obedecer, entender que tudo depende de uma decisão e estar dispostos a aprender sempre. Aí Ele fará de nós um vaso novo e todos terão prazer em andar segundo a referência que é a nossa vida.

Somos discípulos do Senhor Jesus e seremos moldados por Ele e então moldaremos milhares e milhares de outros vasos para que o Nome do Senhor seja glorificado. Portanto, esteja atento às lições que Deus quer ensinar a você e aprenda com cada uma delas.

Neste exato momento, você pode estar diante de muitas lições, mas talvez não consiga enxergá-las. Esteja em Deus para que você seja um vaso plenamente formado, recebendo o caráter de Cristo, sendo moldado por Suas próprias mãos. Entregue-se nas mãos do Oleiro e deixe-se moldar.

Extraido de:www.mir12.com.br/br/2016/estudos/celulas/643-nas-maos-do-oleiro-parte-final


publicidade

Últimos Estudos